Não há inimigos...só incompreendidos


Esta semana li a seguinte frase: "Seu maior inimigo é você mesmo". Será mesmo? Se por um lado é muito correto dizer que impomos muitos limites a nós mesmos, acredito que seja inútil pressupor que partes nossas, ainda não integradas aos nosso objetivos, sejam verdadeiros inimigos. No Coaching Integrativo, a compreensão destas partes dá muito mais resultado do que a luta contra elas.

Tudo em nós cumpre uma função. Todo comportamento, por mais absurdo que pareça, foi útil no seu contexto de origem. Ou seja, nossos hábitos, tem uma natureza vantajosa e positiva em sua essência. Nossas limitações são criadas quando não percebemos que um comportamento, um modo de lidar com as situações, utilizado de forma isolada não produz o resultado desejado.

Agora pergunto: Você já pensou, por exemplo, qual é o "trabalho" da preguiça? Na minha experiência, aquele estado de baixa energia e pouca disposição conhecido como "estar preguiçoso" tem a ver com auto-preservação e proteção. Cuida para que eu não gaste energia demais, não me esgote nem me estresse e vive para evitar situações em que haja este risco.

E acredite, com uma função tão nobre dentro nós, quanto mais fervorosamente tentarmos eliminá-la, igualmente será seu esforço para continuar cumprindo sua função. Todos os comportamentos quando se sentem ameaçados tendem a se impor com ainda mais força e frequência. Aqueles que vemos como inimigos na verdade se consideram heróis, com direito a reivindicar toda nossa energia para vencer sua batalha.

A não ser que façamos um outro tipo de esforço. Aquele de compreender a causa nobre pela qual luta este herói incompreendido taxado de inimigo. Descobrir através do diálogo o objeto da sua atenção, para que quando ele vier em defesa de sua causa não encontrará um exército para barrá-lo e sim um acordo de paz e cooperação. Neste acordo, inusitado e integrativo, é possível relaxar pois sua reivindicação também foi ouvida e permitir que metas compartilhadas sejam alcançadas.

Não há "contra quem lutar" e sim "a quem compreender". Propor uma luta contra nós mesmo é uma guerra perdida. Tudo e todos em você querem o bem, compreenda as motivações de seus hábitos e comportamentos e realize seus objetivos com mais facilidade, eficiência e motivação.

Gratidão!


7 visualizações

CONTATO

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Conecte-se ao meu LinkedIn!

© 2019 by Pedro Gaspar. All rights reserved. Comunicoaching - CNPJ 21.034.083.0001/00 - Rua Correia de Lemos, 179 - São Paulo - SP